Jamil Maluf

Maestro Jamil Maluf, diretor artístico e regente titular

Jamil Maluf - Foto de Nanah d Luize

Foto: Nanah d'Luize
Natural de Piracicaba, Jamil Maluf graduou-se em Regência Orquestral na Escola Superior de Música de Detmold, Alemanha, participando também dos Seminários para Regentes, com o maestro Sergiu Celibidache.
 
Em 1980, no Brasil, tornou-se regente titular da Orquestra Sinfônica Jovem Municipal, do Theatro Municipal de São Paulo, onde, em 1990, criou a Orquestra Experimental de Repertório, a qual conduziu até 2014. 
 
Em 2000 foi nomeado regente titular da Orquestra Sinfônica do Paraná, tendo sido por duas vezes regente da Orquestra do Festival de Inverno de Campos do Jordão. 
 
Por quatro vezes recebeu o prêmio de Melhor Regente de Orquestra pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte), o Prêmio Carlos Gomes, como Melhor Regente de Ópera, e o Prêmio Maestro Eleazar de Carvalho, como Personalidade Musical do Ano.
 
Apresentou por cinco anos o programa Primeiro Movimento, na TV Cultura, e foi, de 2005 a 2009, diretor artístico do Theatro Municipal de São Paulo.
 
Desde 2013 apresenta o programa Intérprete, na Rádio Cultura de São Paulo.
 
Torna-se diretor artístico e regente titular da OSP em julho de 2014, sendo o responsável por um trabalho de reestruturação da Orquestra no ano seguinte, com a admissão de instrumentistas pro­fissionais e estagiários, além de temporada permanente e projeto pedagógico. 

Em 2017, Jamil Maluf retornou ao posto de regente titular da Orquestra Experimental de Repertório, permancendo ainda à frente da Sinfônica de Piracicaba.
 
Confira mais detalhes sobre o maestro na sua página no Facebook e também no documentário abaixo, produzido pela Câmara de Vereadores de Piracicaba em 2016, na ocasião em que Jamil Maluf recebeu o Título de Piracicabanus Praeclarus, honraria máxima da Casa de Leis de sua cidade natal.