Sinfônica de Piracicaba divulga aprovados em processo seletivo

Sinfônica de Piracicaba divulga aprovados em processo seletivo
A Orquestra Sinfônica de Piracicaba informa o resultado do processo seletivo para novos instrumentistas, que atuarão na temporada de concertos comemorativa aos seus 115 anos de fundação. Os nomes foram escolhidos entre 320 candidatos, de seis estados brasileiros, que participaram de audições sob coordenação do diretor artístico e regente titular Jamil Maluf.
 
Ao entregar a lista dos aprovados, Jamil Maluf avaliou o resultado. Para ele, o teste confirmou que o nível dos instrumentistas brasileiros vem subindo notadamente, sejam estagiários ou profissionais. No entanto, o maestro pondera: “as chances de trabalho para essa força são cada vez menores, para um país das dimensões do Brasil. A Sinfônica de Piracicaba, em sua nova fase, busca preencher um pouco dessa lacuna.”
 
A lista é composta por 54 musicistas de todos os naipes orquestrais (cordas, sopros e percussão), distribuídos em 21 profissionais aprovados, que obtiveram nota superior a 9, e 17 estagiários, que alcançaram 8 como nota mínima. Outros 16 nomes figuram como suplentes de profissionais e estagiários. Para as avaliações foram somadas a nota da performance, os créditos da biografia de estudos e as atividades musicais dos candidatos.
 
Os testes foram realizados de 5 a 8 de março na Empem (Escola de Música de Piracicaba Ernst Mahle). Além de Jamil, a banca examinadora foi composta pelos instrumentistas André Micheletti, Celisa Amaral Frias, Emerson Teixeira e Luiz Fernando Fisher Dutra. Cada candidato executou uma peça de livre escolha e os percussionistas apresentaram uma peça para tímpano, caixa e xilofone.
 
O violoncelista André Micheletti, regente assistente e diretor artístico associado da Sinfônica, considerou alta a demanda de instrumentistas, vindos do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pará, Rio Grande do Norte, Distrito Federal e São Paulo, incluindo capital e 48 municípios do interior. “A procura de pessoas de vários lugares do Brasil comprova a idoneidade do projeto e, neste quesito, é primordial a presença do maestro Jamil Maluf. Piracicaba rompeu as fronteiras da música erudita.”
 
REESTRUTURAÇÃO – O processo seletivo integra uma série de ações da Sinfônica de Piracicaba, que passa por um projeto de reestruturação em sua nova fase, como forma de marcar os 115 anos de fundação. O objetivo é contribuir para o aprimoramento de novos instrumentistas, que atuarão ao lado de profissionais e receberão deles ensinamentos para sua futura vida profissional de orquestra.
 
Os contemplados integrarão o concerto de abertura da temporada 2015, previsto para 11 de abril no Teatro Municipal Erotídes de Campos, no Engenho Central. A programação da Orquestra está fechada até agosto, sempre com entrada gratuita, e o objetivo é que os concertos mensais sejam realizados até dezembro.
 
A lista completa está disponível também na página no Facebook. O endereço é www.fb.com/sinfonicapiracicaba e traz ainda vídeos com grandes nomes da música clássica, relembra datas importantes no cenário erudito e frases de compositores célebres.
 
Aprovados no teste de seleção (em ordem alfabética)
 
Instrumentistas Profissionais
Allan Teixeira – contrabaixo – Sorocaba (SP)
Bruno Antônio de Andrade – percussão – Tatuí (SP)
Bruno Belluco – violoncelo – Piracicaba (SP)
Daniel Dias de Lima – percussão – Votorantim (SP)
Dante Paula Capacla Santos – tuba – Campo Limpo Paulista (SP)
Edson R. Nascimento – trompa – São Paulo (SP)
Evandro Neves – trompa – Nova Odessa (SP)
Fabian Murillo Gomez – trompa – Piracicaba (SP)
Felipe Martim Coelho – trombone – Nova Odessa (SP)
Felipe Porsebon – violino – Piracicaba (SP)
Ivenise Nitchepurenco – violino – Rio Claro (SP)
Jader da Cruz – viola – São Paulo (SP)
Matheus Mendoza Baião – violino – Piracicaba (SP) 
Michel de Oliveira Machado – trompete – Diadema (SP)
Moisés Neves da Silva – violino – Tatuí (SP)
Natália Gallo Schneck – fagote – Campinas (SP)
Paulo Antônio Camilotti Baptista Tavares – violino – Avaré (SP)
Raphael Fernandes – viola – Mogi Mirim (SP)
Sara Raíssa de Moraes – violino – Tatuí (SP)
Valter Kakizaki – viola – Campinas (SP)
Victor Iliev – violino – Ribeirão Preto (SP)
 
Instrumentistas Estagiários
Antonio Carlos Garcia – fagote – Piracicaba (SP)
Camila Dragonetti Ribeiro – violoncelo - Espírito Santo do Pinhal (SP)
Catarina Schmitt Rossi – viola – Campinas (SP)
Edimilson Fernandes Ribeiro – clarinete – Sumaré (SP)
Eduardo Barsotti de Souza – percussão – Rio Claro (SP)
Felipe dos Santos Silva – flauta – Sumaré (SP)
Gabriel Minharo – trompete – Piracicaba (SP)
Gustavo Molina Mosca – contrabaixo – Tatuí (SP)
Henrique Augusto Lupinacci – violino – Itapira (SP)
Iriz Costa Felippe – viola – Piracicaba (SP)
Jacqueline C.Lopes de Oliveira – violino – Piracicaba (SP)
Marcos Franco – fagote – Tatuí (SP)
Paula Gabriela de Sant’Ana – violino – Jaguariúna (SP)
Raphael Resende Mendonça – trompa – Tatuí (SP)
Ricardo de Camargo Diniz – trombone – Piracicaba (SP)
Ricardo Yeda Rebouças – violino – Rio Claro (SP)
Sergio Ribeiro – violoncelo – Indaiatuba (SP)
     
Suplentes de profissionais e estagiários
Álvaro Salomão Sabino Damazo – contrabaixo – Piracicaba (SP)
Bruno Zambonini Soares – trompete – São Paulo (SP) 
Felipe Tonon – violino – Sumaré (SP)
Fernando Viana Inácio – violino – Americana (SP)
Joana Souza Aranha Gorenstein – flauta – Valinhos (SP)
Lucas de Oliveira Casagrande – violoncelo – Rio Claro (SP) 
Luis Gustavo de Barros Ananias – clarinete – Piracicaba (SP)
Maria Luiza Fruet de Araujo – violoncelo – Itu (SP)
Mauro Stahl Junior – trompete – Santo André (SP)
Mitchell Assis – viola – Limeira (SP)
Rafael Dias Mendes – tuba – Nova Odessa (SP)
Reinaldo Williams Silva dos Anjos – clarinete – Hortolândia (SP)
Roger Brito – trompete – Atibaia (SP)
Victor Freitas Matos – violino – Campinas (SP)
Wesley Oliveira Moraes – flauta – Americana (SP)
Winnie Hansen Leite – viola – Limeira (SP)
 
MAIS INFORMAÇÕES À IMPRENSA:
Rodrigo Alves – rasilvad@gmail.com | (19) 99147-5733