OSP admite músicos para a Temporada 2020

OSP admite músicos para a Temporada 2020

Músicos profissionais e estagiários têm a chance de integrar a OSP (Orquestra Sinfônica de Piracicaba), que promove processo seletivo em violino e oboé/corne inglês para a Temporada 2020. Abertas nesta quarta-feira (5), as inscrições podem ser feitas até 24 de março, por meio de formulário on-line. A seleção está aos cuidados do maestro Jamil Maluf, regente titular e diretor artístico.

Há uma vaga para músico profissional em violino, uma vaga para músico estagiário em violino e uma vaga para músico profissional em oboé (com corne inglês).

As audições acontecem nos dias 27 e 28 de março, a partir das 10h, no Teatro Municipal Dr. Losso Netto (entrada pela rua Gomes Carneiro, 1212, Centro). Os candidatos devem mencionar, no ato da inscrição, o dia de preferência e serão ouvidos por ordem de chegada.

A audição constará de uma peça de livre escolha do candidato; em caso de uso do piano, o pianista acompanhador deverá ser providenciado pelo candidato, sem ônus para a orquestra. Para aprovação, o candidato deve obter nota igual ou superior a 8.

Os aprovados devem estar aptos a assumir a vaga no mês de abril, sendo que os ensaios serão realizados nos dias 22, 23 e 24, das 14h30 às 17h30. Os músicos selecionados devem possuir ainda agenda livre para o dia 25 de abril, quando ocorre o ensaio geral aberto ao público, às 17h30, e concerto, às 20h, no Teatro Municipal Dr. Losso Netto.

O resultado do teste será válido pelo período de um ano, a partir da data de realização da audição.

A remuneração para músico profissional é de R$ 1.300,00, enquanto para músico estagiário é de R$ 1.000,00. O valor é líquido, mediante apresentação de nota fiscal pelo músico (na modalidade MEI - Microempreendedor Individual). Há a possibilidade de ganho adicional, na participação nas séries de espetáculos didáticos e em eventuais concertos extras.

Em caso de dúvidas, os candidatos devem enviar e-mail para sinfonica.piracicaba@gmail.com.

SOBRE A OSP – Reconhecida por leis municipal e estadual como entidade de utilidade pública, a OSP completa 120 anos de trajetória. Desde 2015, passou por total de reestruturação, com admissão de novos instrumentistas e criação de temporada regular de concertos, além do desenvolvimento de projetos sociais de educação musical com estudantes da rede municipal de ensino.

O maestro Jamil Maluf, piracicabano que atuou como diretor artístico do Theatro Municipal de São Paulo e criou e rege a Orquestra Experimental de Repertório, tornou-se diretor artístico e regente titular, tendo como diretor artístico associado o violoncelista piracicabano André Micheletti, professor da USP (Universidade de São Paulo) em Ribeirão Preto.

Somente em 2019, as ações da OSP alcançaram 25 mil pessoas. Em 2020, a abertura da temporada está prevista para o dia 28 de março, às 17h e 20h, no Teatro Municipal Dr. Losso Netto, onde haverá a inauguração de fosso operístico, com a participação de bailarinos da Cedan (Companhia Estável de Dança de Piracicaba).

A OSP é mantida com recursos da Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio das secretarias da Ação Cultural e Turismo (SemacTur) e de Educação. Via Lei Nacional da Cultura, são patrocinadoras prata a Caterpillar e a Hyundai; o patrocínio bronze é da ArcelorMittal, Comgás e Oji Papéis Especiais; o apoio da Candura, Grupo Pirasa e Santa Massa. As instituições e empresas parceiras são Cultura Artística, Empem, OYO Hotéis, Monte Sul, Pira 21, Jornal de Piracicaba, Revista Arraso e Rádio Educativa FM.